20.ª Convenção Internacional da Associação Portuguesa de Killifilia

HOME / NOTICIAS

Pelo vigésimo ano e após uma interrupção de um ano devido a Covid, a Associação Portuguesa de Killifilia (APK) vai realizar a sua 20.ª Convenção Internacional, em Torres Novas.

Com o empenho de todos e com a presença de inúmeros amigos da APK nacionais e estrangeiros, a organização está certa que entre os dias 15 e 17 de outubro será concretizada mais uma celebração à killifilia.

PROGRAMA

Sexta-Feira, 15 de Outubro de 2021

9h – Início da receção e registo de peixes (não pré inscritos e pré inscritos)

11h – Fecho da receção e registo de peixes não pré inscritos

19h – Buffet de receção
(Obrigatório pré-inscrição até às 12 horas do dia 15 de Outubro)

Sábado, 16 de Outubro de 2021

9h – Início da receção e registo de peixes pré inscritos

9,30h – Abertura da exposição ao público

11h – Fecho da receção e registo de peixes pré inscritos

11h – Almoço de trabalho
(Obrigatório pré-inscrição até às 10 horas do dia 16 de Outubro)

17h – Palestra: “Expedição COLFGMRR202”, de Alberto Reis e Frederico Feitor

20h – Fecho da exposição

20h30 – Jantar de Gala e entrega de prémios
(Obrigatório pré-inscrição até às 12 horas do dia 16 de Outubro)

Domingo, 17 de Outubro de 2021

7h – Desmontagem da Exposição

11h – Leilão com entrada livre

13h – Buffet de despedida (oferta APK)

As inscrições para todas as atividades podem ser feitas para: convencao@apk.pt

REGULAMENTO DA ESPOSIÇÃO E CONCURSO DA 20.ª CONVENÇÃO INTERNACIONAL

1.- INTRODUÇÃO
A Convenção Internacional da Associação Portuguesa de Killifilia (APK) tem como finalidade contribuir para a persecução do objetivo da APK e constitui o evento anual de maior destaque da associação. Para além de outras atividades, no decurso desta Convenção realizar-se-á uma exposição, um concurso e um leilão que são objeto do presente Regulamento. 

2.- RESPONSABILIDADES
A responsabilidade pela organização da Convenção pertence à Direcção da APK. Cabe igualmente à Direcção decidir sobre qualquer ocorrência no decurso do evento e é a esse órgão que deverão ser apresentadas todas e quaisquer reclamações. As decisões da Direcção nestas matérias são definitivas e sem possibilidade de apelo.
É responsabilidade de todos os concorrentes e participantes na Convenção o cumprimento integral deste Regulamento.

3.- EXPOSIÇÃO
3.1 – No âmbito da Convenção Internacional da APK terá lugar uma exposição de peixes.
3.2 – A inscrição de peixes na exposição é gratuita.
3.3 – Serão aceites na exposição todos os peixes ovíparos pertencentes à ordem dos Cyprinodontiformes.
3.4 – Poderão ser aceites na exposição espécies atualmente não incluídas em 3.3 mas que já o tenham sido no passado (ex: espécies pertencentes a Adrianictideos nomeadamente Oryzias e Xenopoecilus). Estas espécies não serão admitidas a concurso.
3.5 – Poderão ser apresentados a exposição casais (um elemento de cada sexo, com exceção dos peixes hermafroditas), trios (um macho e duas fêmeas ou vice-versa) ou grupos de cria (2 trios ou 3 casais).
3.6 – Os peixes para exposição devem ser pré inscritos até 4ª feira, dia 13 de Outubro, às 12h, devendo ser entregues até sábado, dia 16 de Outubro, às 11 horas. A pré-inscrição deverá ser feita para o email: convencao@apk.pt.
3.7 – Os peixes não pré inscritos devem ser entregues até sexta-feira, dia 15 de Outubro, às 11h. Depois desta data só serão admitidos se houver aquários disponíveis.
3.8 – A inscrição de peixes para exposição deverá ser acompanhada dos seguintes dados: nome, associação do concorrente e número de sócio; identificação da espécie; identificação da subespécie/população/código (quando aplicável).
A organização reserva-se o direito de alterar dados comprovadamente incorretos e procederá à atualização da nomenclatura das espécies apresentadas, de acordo com a nomenclatura atual e seguindo os autores adotados pela APK.
3.9 – Os peixes inscritos na exposição não serão devolvidos e serão leiloados. As receitas reverterão para a APK.

3.10 – Os peixes devem ser enviados para:
Luís Oliveira
Rua Luís Sommer, 23
2330-177 Entroncamento
Portugal

4.- CONCURSO
4.1- Podem apresentar peixes a concurso todas as pessoas pertencentes a pelo menos uma associação de killifilia.
4.2- Apenas serão aceites a concurso peixes nascidos nas instalações dos concorrentes. Assim, são excluídos do concurso peixes selvagens ou quaisquer outros adquiridos pelo concorrente após o seu nascimento.
4.3- São aceites a concurso lotes apresentados por dois concorrentes diferentes desde que cada concorrente cumpra o exposto em 4.1 e em 4.2 para os peixes apresentados.
4.4- Categorias a concurso:

Grupo 1 – Fundulopanchax
Grupo 2 – Aphyosemion I
Grupo 3 – Aphyosemion II
Grupo 4 – Aphyosemion III
Grupo 5 – Epiplatys
Grupo 6 – Rivulus
Grupo 7 – Nothobranchius
Grupo 8 – Anuais sul americanos
Grupo 9  – Outros Géneros
Grupo 10 – Grupos de Cria – Não Anuais
Grupo 11 – Grupos de Cria – Anuais

4.5. Géneros e sub-géneros integrantes das categorias a concurso
Grupo 1 – Fundulopanchax, Callopanchax e Aphyosemion (Raddaella)
Grupo 2 – Aphyosemion s.s., Mesoaphyosemion, Scriptaphyosemion, Archiaphyosemion, Episemion e Nimbapanchax
Grupo 3 – Iconisemion, Mesoaphyosemion, Scheelsemion
Grupo 4 – Chromaphyosemion, Diapteron e Kathethys
Grupo 5 – Epiplatys, Pseudepiplatys, Aphyoplatys, Aplocheilus e Pachypanchax
Grupo 6 – Anablepsoides, Atlantirivulus, Cynodonichthys, Kryptolebias, Laimosemion, Melanorivulus, Prorivulus e Rivulus
Grupo 7 – Nothobranchius, Fundulosoma, Pronothobranchius e Paranothobranchius
Grupo 8 – Aphyolebias, Austrofundulus, Austrolebias, Campellolebias, Cynolebias, Cynopoecilus, Gnatholebias, Hypsolebias, LLanolebias, Leptolebias, Maratecoara, Micromoema, Millerichthys, Moema, Mucurilebias, Neofundulus, Nematolebias, Notholebias, Ophthalmolebias, Papiliolebias, Pituna, Plesiolebias, Pterolebias, Rachovia, Renova,  Simpsonichthys, Spectrolebias, Stenolebias, Terranatos, Trigonectes, Xenurolebias  e Yssolebias
Grupo 9 – Aapticheilichthys, Adrianichthys, Anatolichthys, Aphaniops, Aphanius, Aplocheilichthys, Apricaphanius, Chriopeoides, Congopanchax, Crenichthys, Cualac, Cubanichthys, Cyprinodon, Empetrichthys, Esmaeilius, Fenerbahce, Floridichthys, Fluviphylax, Foerschichthys, Fundulus, Garmanella, Hylopanchax, Hypsopanchax, Jordanella, Kosswigichthys, Laciris, Lacustricola, Lamprichthys, Leptolucania, Lucania, Megupsilon, Micropanchax, Millerichthys, Orestias, Orysias, Oxyzygonectes, Pantanodon, Paraphanius, Plataplochilus, Platypanchax, Poropanchax, Procatopus, Profundulus, Pseudorestias, Rhexipanchax, Tellia, Tlaloc, Tomeurus, Valencia

4.6 – Prémios
Serão atribuídos 1º, 2º e 3º prémios para os Grupos 1 a 11 .
Será atribuído um prémio para o Melhor Lote em Exposição, assim como um prémio para o maior número de lotes em competição.
4.7 – Juízes
4.7.1- Cada Grupo é avaliado por dois juízes nomeados pela Direcção da APK.
4.7.2- Nenhum juiz poderá classificar categorias onde estejam peixes seus a concurso.
4.8- Classificação
4.8.1- A classificação a atribuir aos lotes inscritos nos Grupos 1 a 11 será de 0 a 100 pontos. Os juízes deverão classificar os lotes tendo em conta os seguintes aspetos: coloração; tamanho; relação de tamanho macho-fêmea; aspeto geral-saúde; estado das barbatanas.
Cada juiz fará uma avaliação individual e a classificação será a média das duas classificações, com arredondamento para a unidade.
Os cinco aspetos a considerar deverão contribuir individualmente para a classificação final. Peixes doentes deverão ser francamente penalizados. No entanto, o juiz apresentará apenas a pontuação final.
No caso de trios o juiz deverá considerar apenas o melhor macho e a melhor fêmea.
Os juízes deverão indicar os 3 primeiros classificados de cada Grupo.
4.9 – Os juízes votarão entre os primeiro classificados de cada grupo o “Melhor Lote da Convenção”.
4.10 – Diversos
4.10.1- Nos Grupos 10 e 11 o conceito seguido pela APK é o de que os grupos de cria serão constituídos por três casais ou dois machos e quatro fêmeas de peixes jovens com o sexo já bem aparente e no hiato temporal que define o seu apogeu reprodutivo e que não ultrapassem 75% do tamanho máximo preconizado para a espécie.

5.- LEILÃO
5.1 – A base de licitação para os lotes pertencentes aos grupos 1 a 9 é de 3€ e para os lotes pertencentes aos grupos 10 e 11 é de 6€.
5.2 – O leiloeiro incrementará o valor de licitação em 1€ até aos 25€ e em 3€ de 25€ em diante sempre que existam dois ou mais licitantes de braço levantado.
5.3 – Quando só restar um licitante de braço levantado o leiloeiro iniciará a contagem de 1 a 3.
5.4 – Se não se manifestar mais nenhum licitante até o leiloeiro dizer “3” o lote será arrematado pelo último licitante e pelo último valor anunciado pelo leiloeiro.
5.5 – O lote será entregue ao último licitante contra pagamento imediato em numerário. Caso isso não suceda o lote voltará a ser leiloado.
5.6 – Os lotes não licitados serão vendidos após o leilão ao seu preço base respetivo (3€ grupos 1 a 9, 6€ grupo 10 e 11). Todos os lotes não vendidos desta maneira serão devolvidos aos seus criadores. Na impossibilidade de isso ser feito, devem ser guardados por membros da Direcção para entrega a futuros novos sócios.
5.7 – Qualquer dúvida ou desacordo decorrente do leilão será sujeito à decisão final da Direcção da APK

REGULAMENTO DA ESPOSIÇÃO E CONCURSO DE FOTOGRAFIA DA 20.ª CONVENÇÃO INTERNACIONAL

1. – Integrado na 20.ª Convenção Internacional de Killifilia a Associação Portuguesa de Killifilia organiza uma exposição e concurso de fotografia.

2. – Todas as fotografias a exposição e concurso deverão ser enviadas como arquivos digitais, mesmo que não tenham sido originalmente captadas com uma câmara digital, ou seja, mesmo que tenham sido digitalizadas a partir de negativos de filmes, slides ou impressões.

3. – Nenhuma das fotos pode ter sido vencedora em outros concursos de fotografia de killies ou publicada em revistas / boletins aquáticos. Excluem-se publicações em fóruns ou redes sociais.

4. – Todas as fotos estarão limitadas a imagens de killies, ou seja, peixes Cyprinodontiformes ovíparos, sendo divididas e classificadas em três categorias:

– Retrato – (imagem do peixe inteiro na foto)
– Ação – (imagem de peixes em processo de reprodução, combate ou ataque a comida)
– Livre ou artístico – ( dando liberdade de expressão e criatividade da foto)

5. – Parâmetros para os arquivos digitais enviados para competição:
– Formato de arquivo: JPEG.
– Resolução / Tamanho da imagem: As imagens devem ter uma resolução mínima de 2667×2000 pixels (horizontal ou vertical), mantendo preferencialmente o racio entre largura e altura, de modo a permitir uma impressão para o formato A4 ou similar.
–  Nomes ou sinais nos arquivos são proibidos.

6. – Cada arquivo digital submetido à competição deve ser inteiramente dedicado à fotografia real e nenhuma cercadura ou outros efeitos decorativos devem envolver a imagem.
Não é permitida edição / manipulação criativa pós-exposição, sendo apenas permitido a limpeza de impurezas/sujidades na imagem.

7. – Cada ficheiro deverá ser acompanhado da identificação do autor, da Associação a que pertence e da espécie fotografada.

8. – As inscrições devem ser enviadas por e-mail, como anexos de arquivo, para os organizadores da convenção através do mail convencao@apk.pt, até ao dia 10 de Outubro de 2019.
Uma listagem das fotos a concurso deve ocupar o corpo do e-mail que acompanha o anexo e pode conter informações adicionais sobre os peixes retratados, tais como sexo, localização ou qualquer outra informação pertinente, a critério do participante.

Em alternativa e para facilitar o processo de envio, poderá igualmente ser usado o Wetransfer.

9. – O número de entradas permitidas por participante é de 15 imagens (5 por cada categoria: Retrato, Ação e Livre/artístico).

10. – As fotografias inscritas na exposição e concurso passarão a integrar o arquivo fotográfico da APK, reservando a Associação o direito de as reproduzir livremente em qualquer publicação sua.

11. – Entre todas as imagens enviadas em formato digital, serão pré-selecionadas cinco imagens em cada categoria que serão impressas pela organização da Convenção e expostas, avaliadas e classificadas durante o evento por um júri convidado pela organização, sendo apenas designada a imagem vencedora em cada categoria.

As restantes fotos serão divulgadas durante a convenção em formato digital.

12. – Em todas as fotos os juízes (convidados pela organização da Convenção) deverão valorizar a técnica usada (qualidade da imagem), composição, impacto visual, originalidade e fidelidade das cores.

13. – Qualquer dúvida ou desacordo decorrente da exposição e concurso será sujeito à decisão final da Direcção da APK e todas as dúvidas ou questões deverão ser dirigidas a direccao@apk.pt.