Carregando conteúdos...
...Por favor aguarde!
English
Notí­ciasAgendaOutros SitesPesquisaContactosLivro de Visitas
 
toplogo
   
Fichas Técnicas
  Fundulopanchax amieti Radda, 1976
Primeira descrição Radda, A.C. 1976. "Neubeschreibung von Aphyosemion amieti nov. spec. aus Kamerun und Aphyosemion deltaense nov. spec. aus Nigeria". Aquaria 23: 52-55, fig. 2
Etimologia amieti = em honra do Prof. Jean-Louis Amiet
Localidade tipo Riacho na floresta tropical húmida, 500 m a Oeste de Somakak, sistema do rio Sanaga, Sudoeste dos Camarões (10º 10' E; 03º 57' N)
Subgénero Paraphyosemion Kottelat 1976
Grupo Fundulopanchax ndianus
Dados merísticos D 14, A 16, Sc 33-34 + 2-3(Radda, 1976c)

(D 14, A 16-17, Sc 33-34 segundo Radda e Purzl, 1987a)

Cromosomas
Escamas frontais Tipo G
Comprimento 70 mm comprimento total segundo Radda e Purzl, 1987a
Habitat e distribuição Zonas pantanosas de riachos, geralmente de reduzida profundidade, na floresta tropical húmida associada aos sistemas dos rios Mangombe e Ngombe (sistemas tributários dentro das bacias dos rios Sanaga e Dibamba, respectivamente). Todas as populações conhecidas, com a excepção de uma, são da área a Norte do Rio Sanaga no Sudoeste dos Camarões. 
Descrição Um Fundulopanchax relativamente robusto com extensões curtas nos cantos superior e inferior da barbatana caudal
Manutenção e reprodução Esta espécie deverá ser mantida num aquário com substrato escuro para que apresente as suas cores no máximo. Os machos podem ser agressivos pelo que se aconselha sejam disponibilizados alguns abrigos para as fêmeas. É uma espécie difícil de reproduzir. Como todas as espécies deste género, o Fundulopanchax amieti é um desovador de fundo, colocando os seus ovos no substrato. O período de incubação dos ovos é de cerca de 3-4 meses. O substrato de desova poderá ser turfa fibrosa que, após um período de desova de 2 semanas, deverá ser recolhida, espremida numa rede fina para retirar o excesso de água até ficar apenas ligeiramente húmida e armazenada num saco de plástico durante o período de incubação. Após a incubação, a turfa será colocada num recipiente com cerca de 10cm de água envelhecida. Os alevins geralmente nascem em poucas horas e poderão ser logo alimentados com artémia recém nascida. Atingem a maturidade sexual com cerca de 4-5 meses.
Temperatura (ºC)
pH Ácido a neutro
Observações

Voltar

Mês AnteriorOutubro, 2017Mês Seguinte
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31